Abrindo ... aguarde um momento...
LOGO

A BÚSSOLA DA CANASTRA

ACESSO RESTRITO

Parque Nacional da Serra da Canastra
  • Parque Nacional da Serra da Canastra

O Parque é a maior atração da região e é um dos principais parques nacionais brasileiros. Foi criado em 03 de abril de 1972 através do Decreto n. 70.355, para proteger as nascentes do Rio São Francisco. Na concepção inicial o Parque Nacional da Serra da Canastra previa uma área de mais de 200 hectares que incluía a Serra da Babilônia. Porém somente 71.525 hectares foram efetivados, o restante ainda é objeto de discussão devido ao alto custo econômico e social das desapropriações.


Os atuais 71.525 hectares do Parque possuem um relevo acidentado e tem paisagens deslumbrantes onde predominam os campos de altitude e o cerrado. O Parque abriga a nascente histórica do Rio São Francisco, onde a natureza preservada é convidativa para a contemplação, meditação e relaxamento.


Nas belíssimas paisagens, é impossível não se admirar com a flora e fauna do local. Com alguma sorte o turista poderá ver animais silvestres como o Lobo Guará, Tamanduá Bandeira, Veado Campeiro, Tatu Canastra (ameaçado de extinção), Onça Parda, Jaguatirica, Mico Estrela, Macaco Sauá, Jaratataca e inúmeras aves, como Ema, Urubu-rei, Gavião Carcará, Siriema, Tucano, Curicaca, Saracura, Jacú, Coruja Buraqueira, Pato Mergulhão (ameaçado de extinção) entre outros.


O Parque Nacional da Serra da Canastra tem quatro portarias:


Portaria 1 – São Roque de Minas- acesso à Nascente do Rio São Francisco e à parte alta da  cachoeira Casca D´anta e outras atrações.


Portaria 2 – Distrito de São João da Canastra.


Portaria 3 – Sacramento.


Portaria 4 – Distrito de São José do Barreiro – única da parte baixa do Parque, com acesso à cachoeira Casca d’Anta -  parte baixa (186m).


Horário de visitação - Entrada: entre 8:00h e 16:00h - Saída: até 18:00h.


Horário de verão – Entrada: entre 8:00h e 17:00h – Saída até 19:00h.


É proibido na área do Parque Nacional:


Entrada e consumo de bebidas alcoólicas.
Uso de equipamento coletivo de som.
Prática de esportes radicais como rapel, canioning, tirolesa, pêndulo e escalada.
Entrada de animais domésticos.
Uso de armas e material de caça e pesca.
Coleta de rochas, plantas e animais de qualquer tipo ou espécie.
Churrasco e acampamento


Infrações:


As infrações ao regulamento podem resultar em punições para o visitante, desde a expulsão da área do Parque até o pagamento de multa ou prisão em flagrante.


Lixo:


Recomenda-se usar as lixeiras instaladas nos principais pontos ou, de preferência, recolher o lixo e entregá-lo em uma das portarias.


É recomendável:


Transitar somente por trilhas conhecidas e sinalizadas
Levar sempre capa de chuva e agasalho em qualquer época do ano.
Usar boné ou chapéu, filtro solar e repelentes contra insetos.
Não caminhar nas trilhas quando houver cerração.
Atenção para a trilha da Casca d’Anta (da parte baixa para parte alta e vice-versa): reserve pelo menos 5 horas com luz solar para essa caminhada.
Usar calçado confortável, fechado e com solado antiderrapante.
Afastar-se dos rios e córregos ao primeiro sinal de chuva.


Veja as Fotos