Abrindo ... aguarde um momento...
LOGO

A BÚSSOLA DA CANASTRA

ACESSO RESTRITO

  • Cicloturismo

Na região da Serra da Canastra a prática do cicloturismo é uma realidade. Toda semana chegam ciclistas com bicicletas de todos os modelos, dispostos a pedalar entre serras e montanhas com visuais encantadores.


É possível criar seu próprio roteiro ou contratar veículos 4x4 para apoio e transporte de mantimentos e bagagens, além de auxiliar o grupo pelos caminhos e estradas.
As estradas possuem níveis de dificuldade variados, podendo servir para ciclistas profissionais e amadores. Para os profissionais ou mais experientes, as travessias entre o Chapadão da Canastra e a Serra da Babilônia é o local ideal. Pelo caminho é possível encontrar ótimas pousadas para hospedagem rural em mais de 200 km de estradas com pouquíssimo fluxo de veículos.


A prática do ciclismo familiar/amador no Parque Nacional da Serra da Canastra é incrível. Na parte alta do Parque (área de preservação) existem regras para o trânsito de veículos, proporcionando mais segurança aos ciclistas. O caminho é lindo e passa pela nascente do rio São Francisco, podendo chegar à parte alta da cachoeira Casca D´anta, cachoeira Rasga Canga, cachoeira do Fundão, cachoeiras do Jota e Lava-pés. Existem dois locais de apoio: Centro de visitantes e na parte alta da Casca D´anta. Na parte baixa o esporte pode ser praticado por estradas que margeiam o deslumbrante Chapadão da Canastra chegando à Cachoeira Casca D´anta, o maior cartão postal da região e com visual inigualável. Pode também passar por estradas rurais secundárias, cruzando lindos vales, córregos e cachoeiras, com a vantagem de evitar o movimento e a poeira das estradas principais.



Veja as Fotos

  • ----
  • ----
  • ----
  • ----